Maze Runner

Aproveitando que o filme teve sua estreia ontem, vou falar um pouco de Maze Runner, de James Dashner. Ela é composta por sua trilogia principal (Correr ou Morrer, Prova de Fogo e Cura Mortal), um livro contando como tudo começou (Ordem de Extermínio) e Arquivos: informações secretas. Vou me ater à trilogia principal aqui.

Continuar lendo

Anúncios

Casa além da caixa #1

Hoje em dia, não só no Brasil como no mundo, os alugueis de imóveis estão absurdamente caros. Isso se deve a diversos motivos onde a especulação é o principal. Além do dinheiro, muitas pessoas procuram fugir do caos urbano que enfrentam diariamente para ir trabalhar: horas de engarrafamento, transportes públicos lotados, poluição visual e sonora, entre outros. Pensando nisso, diversas pessoas buscaram suas maneiras de fugir dessa realidade e construir sua alternativa.
Continuar lendo

120 Fucking Estrelas

Depois de muitos anos, eu finalmente consegui as 120 estrelas do Super Mario 64. Não por incompetência minha na infância, já que eu era razoavelmente boa nos jogos do saudoso 64, mas eu não tinha a fita e sempre que estava perto da façanha, o dono requisitava o cartucho de volta. Mas não desisti: depois de muito tempo consegui comprar o jogo e finalmente pude zerar.
Continuar lendo

Socar a própria cara (às vezes) faz bem

Se você chegou até aqui, muito bem! Se conhece alguém que não chegou, bem, divulgue para o amiguinho, isso pode ser útil na vida dele =)

Este é o primeiro post “sobre a vida”, afinal de contas, estamos nessa enrascada, sem saber o porque, mas – spoiler alert ON- sabemos como ela vai terminar: com todos nós mortos – spoiler alert OFF.
Continuar lendo

Uma lição sobre racismo

Através dos tempos o ser humano aprimorou sua habilidade de afastar os diferentes de seu ciclo de convívio e se cercar dos iguais. É uma pena que ele tenha fracassado miseravelmente em sua tentativa. O pobre ser humano não percebe que todos somos igualmente diferentes e iguais. Não existem dois seres idênticos ou dois seres totalmente diferentes. A História nos mostra que no decorrer do tempo diferentes grupos foram perseguidos pelos mais diferentes e absurdos motivos, seja pela cor de sua pele, sua crença religiosa, seu gênero, orientação sexual, país de origem, entre outros. Hoje vamos tratar exclusivamente do racismo.

 

Nada mais precisa ser dito.

Tem, mas tá acabando

(escrito no Sábado, 12 de julho de 2014)

Eis que, depois de quatro ano, é chegado dia mais melancólico da Copa do Mundo 2014®: a véspera de final. Não ficarei tecendo comentários sobre os times, afinal isso aqui não é um blog de esportes, mas é impossível para mim, apaixonado por futebol como sou, deixar de falar algo sobre… A Copa foi linda, houve jogos memoráveis, golaços-aços absurdos, defesas sensacionais, zebras (como sempre) e nos fica, como a cada quatro anos a vontade de que durasse mais.

Continuar lendo